O primeiro dia de aula pode ser assustador para as crianças. Sair de sua rotina e ir para um lugar estranho com pessoas que você não conhece não parece nada convidativo. Principalmente quando se é uma criança de oito anos e se é autista.

Mas, algumas vezes, as próprias crianças sabem como se ajudar e tornar tudo mais fácil. A publicação nas redes sociais da mãe de um aluno do Kansas nos Estados Unidos se tornou um viral por ilustrar bem essa situação.

De mãos dadas

Na postagem, que já acumula cerca de 29.000 compartilhamentos, a mãe conta com orgulho a boa ação do filho em acolher uma outra criança. Christian viu que seu colega de turma, Connor, chorava em um canto e tentou ajudá-lo.

“Estou tão orgulhosa do meu filho, que ele viu um menino enrolado em um canto chorando, então foi consolá-lo, pegou sua mão e entrou na escola! É uma honra criar uma criança tão amorosa e compassivo! Ele é um garoto com um grande coração, o primeiro dia de escola começou bem”

I’m so proud of my son, he seen a kid balled up into a corner crying, so he went to console him, grabbed his hand and…

Posted by Courtney Coko Moore on Wednesday, August 14, 2019

O gesto se tornou ainda mais simbólico quando a mãe de Connor explicou o desconforto do filho em um comentário na publicação. Connor é autista e, por isso, têm dificuldades em socializar e viver situações novas ou barulhentas.

“Diga para o seu filho que eu agradeço muito! Aquele pequeno garoto que ele ajudou é meu filho e é autista. Fico preocupada todos os dias que ele irá sofrer bullying por ser diferente. Seu filho absolutamente aqueceu meu coração. Se aí existem mais crianças como ele eu não ficaria tão preocupada”, comentou a mãe de Connor.

As mães relataram para jornais americanos que as crianças agora são inseparáveis e brincam o tempo todo juntas. O fato de Christian não ter tratado ou visto Connor como diferente é uma grande lição para nós, adultos.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui