Antônio Granato, nascido em 22 de janeiro de 1916, provavelmente é o homem mais velho da cidade em que vive. Aos 105 anos, ele presenciou os eventos mais importantes da história da nossa cidade. Mas qual é o segredo para viver tanto?

Para Seu Antônio, que por mais de 40 anos trabalhou como zelador em algumas escolas de Botucatu, a longevidade exige uma boa alimentação, longas horas de sono e uma cervejinha para alegrar o dia!

“Gosto de comer comida caseira, muitas frutas e sempre que posso tomo uma cervejinha.”

O aposentado diz que não sente dores pelo corpo, e não tem nenhuma doença. Mas para viver bem, segundo ele, também é necessário muita fé e bondade no coração.

“Todos os dias, quando acordo, eu coloco meus pés no chão e agradeço a Deus.“

Muito vaidoso, ele não sai de casa sem pentear os cabelos e vestir sua melhor roupa.

Terra dos bons ares e das boas lembranças

Os pais de Seu Antônio nasceram na Itália e vieram para o Brasil atrás de uma vida melhor. Ele nasceu e criou os 2 filhos em Botucatu, interior de São Paulo, cidade onde conheceu sua mulher, que faleceu há 18 anos.

O idoso gosta muito de caminhar pelas ruas da cidade, muito lúcido, ele se orgulha de ter dirigido até os seus 100 anos.

Confira um pouco de tamanha sabedoria do Seu Antônio:


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você tem uma sugestão e quer ver ela ela aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui