Especial Dia do Padre – Sabemos que o conhece, mas você conhece a sua história?

0
190

“Eu tenho 10 anos de padre, é impossível saber 100% de certeza sobre a sua vocação. Mas quando você faz as coisas com prazer, e sente satisfação em fazer, isso praticamente te dá a certeza. ”

Seus pais, sempre foram muito atuantes na igreja católica, participavam de encontros de casais com cristo, davam palestra para noivos e para casais que queriam batizar seus filhos.

Dom Vinicius, sempre esteve na presença de padres, por conta de seus pais, seja organizando algum evento ou programando palestras ou participando de grupos. Além de crescer com todo esse contato próximo, ele sempre escutou seu pai falando muito bem do Seminário, que é o período de formação para se tornar padre, onde conhecem mais a fundo sobre a vida sacerdotal.

Seu pai, Valcir, contava que foi uma experiência excelente, e foi tudo muito bonito, mesmo depois de descobrir que sua vocação era para ser pai de família e não padre, sempre contou a experiência com muito carinho.

“Então eu cresci querendo conhecer esse tal seminário, quero ir para conhecer um dia…”

Os relatos de seu pai sobre o seminário, os grupos de jovens que participava e o contato direto com os padres, o influenciaram a ingressar na vida sacerdotal. Entrou no seminário aos 14 anos, para ver se realmente era essa sua vocação.

Antes de ser padre, ele é um monge beneditino, monge é aquele que vive no mosteiro, e é beneditino, porquê segue a regra de são bento. Após os votos trienais, é feito os votos solenes ou perpetuo, em seguida, ele recebe o título de Dom. 

Dom Vinicius conta, que os primeiros desafios, logo quando entrou no mosteiro, foi conquistar a confiança e respeito das pessoas que já o conhecia, pois tinha uma vida normal. Estudante, novo, ia para festas, no início as pessoas ficaram um pouco relutantes com sua decisão, não entenderam o porquê buscou fazer uma mudança de vida como essa.

“Ou eles acham que você tá doido ou acham que não vai conseguir…”

Depois de conquistar a confiança do povo, e mostrar que não estava ali para aparecer ou para brincar, e estava ali para de fato ser um bom monge, um bom padre. O grande desafio e se tornou se superar diariamente, acordar todos os dias e tentar ser melhor, ser a diferença no mundo, e querer mostrar que não é só mais um.

“Eu sei que não vou conseguir mudar o mundo, mas se eu mudar o mundo de uma pessoa, já me sinto realizado, já me sinto feliz.”

Dia 04 de Agosto é comemorado o dia do Padre. Segundo Dom Vinicius, o padre é aquela pessoa que está ali, chamado por uma vocação para o serviço. É um chamado de Deus que não é pra si, e sim para os outros, trabalha se doando. E se coloca inteiramente disponível para todos.

“Digo sim a Deus todos os dias, e principalmente, ao Deus que eu vejo no povo, em cada pessoa. Me coloco inteiramente.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui