Este conteúdo é um oferecimento UNIVEM, instituição referência em educação e que apoia as boas notícias de Marília.

Uma das histórias que marcou a cidade de Marília no ano de 2019, foi a realização do primeiro parto com o auxílio de uma intérprete de libras. E nós da Solutudo Marília hoje, iremos contar como está a vida do casal e da intérprete, 2 anos após um dos maiores atos de inclusão na terra da Bolacha.

A história começa em agosto de 2019, com o nascimento do pequeno Paulo, fruto do amor entre Elaine Aparecida da Silva e Marcelo Salviano de Souza, ambos com deficiência auditiva. A mãe teve complicações no final da gestação e foi necessário a realização de um procedimento cirúrgico antes do parto, e em meio a toda essa situação delicada, que foi escalada para os dois procedimentos a intérprete de libras (Linguagem brasileira de sinais), Luci Mayre Florentino, que veio a pedido do próprio casal que conheciam o trabalho da intérprete.

O parto foi um marco na história da cidade e foi apurado por toda a imprensa local, a intérprete chegou a ser condecorada por honra ao mérito pelo parto humanizado. E foi assim que surgiu uma história de uma linda amizade.

“Foi uma experiência fantástica em minha vida, interpretar a hora do nascimento da criança o choro dela, e também poder auxiliá-la no momento em que ela mais precisou, porque ela estava com muito medo e eu permaneci firme ao lado dela, explicando todo o procedimento. E foi aí que surgiu a nossa amizade”,  conta Luci Mayre em entrevista.

2 anos depois, a família e Luci Mayre tornaram-se amigos próximos,  inclusive a intérprete acompanha a vida de Paulo e o auxilia no desenvolvimento da fala, uma vez que a criança não possuía nenhuma complicação na audição. Mesmo assim, tem como a sua primeira língua, a linguagem de sinais.

“Isso tudo é um pouquinho da nossa história de amizade, que surgiu através de uma necessidade na comunicação. Poder ajudá-los foi uma das ações que mais amei em minha vida, pois não só contribui para esta família, como também pude fazer a minha parte na Comunidade de Surda, que passam por situações semelhantes e acredite, poder auxiliá-los em suas jornadas é algo que faz a diferença em minha vida. Pois nessa comunidade eu encontrei um apoio, pois não só eu quem os auxilia, eles fazem a diferença na minha vida também pelo simples fato de que eu posso ajuda-los”, conta a intérprete em entrevista.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! Se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br.


Este conteúdo é um oferecimento UNIVEM, instituição referência em educação e que apoia as boas notícias de Marília.

1 COMENTÁRIO

  1. Linda experiência entre profissionais e os beneficiados. Parabéns a intérprete e a toda equipe envolvida.👏👏👏👏👏👏

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui