Dois policiais militares marilienses salvaram a vida de um recém-nascido na última segunda-feira (15). O bebê de 21 dias estava engasgado e precisou ser reanimado no 9º Batalhão da PM.

Segundo a corporação, os pais, Osvaldo e Kelly Zavanelli, chegaram às pressas com a criança insconsciente e já roxa pela falta de respiração.

Imediatamente, os cabos Renato Taroco e Robson Thiago de Souza iniciaram as manobras de ressucitação e, em questão de quatro minutos, o pequeno Luis Henrique retomou a consciência.

Logo depois, ele foi encaminhado a um hospital particular. De acordo com a PM, o bebê está bem e não corre mais risco de morrer.

“Maior desespero das nossas vidas”

Em uma entrevista concedida ao Portal G1, o pais do recém-nascido relataram os momentos de desespero durante o salvamento.

“Foi o maior desespero da nossa vida, e a gente só pensava mesmo que ele [filho] tava indo embora. Tentei reanimá-lo batendo nas costas e nem sei como lembrei que tinha a PM na rua ao lado”, disse Osvaldo Zavanelli, o pai do bebê.

O casal mora a poucos quarteirões do quartel e, ao perceber a gravidade da situação, logo correu em busca de ajuda. Imagens captadas pelas câmeras de segurança do local mostram o momento em que eles chegam com a criança desacordada.

Vídeo: Marília Notícia/Reprodução

O reencontro

Nesta terça-feira (16), o casal reencontrou os policiais responsáveis pelo salvamento do pequeno Luís Henrique. O sentimento, segundo eles, é de gratidão.

A ação dos PMs repercutiu nas redes sociais e gerou muito carinho e empatia pelo ato heróico dos dois.

“A maior alegria foi ver a criança recobrar a consciência e abrir os olhos, o coração começar a bater novamente e a satisfação de dever cumprido, um alívio”, relembra o cabo Thiago.

*Com informações do Portal G1 Bauru e Marília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui