A ideia da Revista Pasmas foi de Heloisa Pait, professora da Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp, campus de Marília, e Juliana de Albuquerque, colunista da Folha de S.Paulo.

Foram motivadas pelo desejo de criar um espaço aberto à debates, não só de assuntos do chamado “universo feminino”. Trazer mais vozes de mulheres para o diálogo sobre política, economia, artes e cultura.

O nome em plural e no feminino destaca as características da Pasmas!. A revista acredita no compartilhamento amistoso de experiências únicas e diversas.

Um meio de construir pontes entre o leitor e as autoras, mesmo quando houver divergências teóricas e políticas.

A revista está disponível através da plataforma online Medium. As publicações são mensais, com textos das próprias editoras e também de colaboradoras por todo o Brasil.

As idealizadoras do projeto acreditam na presença marcante das vozes femininas em muitas atividades do cotidiano, mas ainda falta oportunidade de se fazerem ouvir.

Por isso, a revista também funciona como uma forma de divulgação. Artistas, escritoras, pesquisadoras, jornalistas, fotógrafas, a todas que se sentirem a vontade para expor seus pensamentos.

A Pasmas está aberta para colaborações em forma de textos de opinião, contos, crônicas, poesia e ensaios de todas as áreas do conhecimento, ilustrações, fotografias e vídeos.

Se a iniciativa despertou seu interesse, conheça a Revista Pasmas através do site, clicando aqui. Lá tem mais informações sobre como fazer parte do projeto enviando um texto de autoria às editoras.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui