Este conteúdo é um oferecimento UNIVEM, instituição referência em educação e que apoia as boas notícias de Marília.

Conhecida por suas lendas e histórias, Marília guardou inúmeras curiosidades ao longo do tempo, separamos algumas que fazem sucesso e levam o nome da cidade Brasil afora! Vem dar uma olhada e conta pra gente se você sabia de todas elas:

Óvnis em Marília

Em julho de 2020, um vídeo, postado nas redes sociais, de um OVNI (objeto não identificado) avistado no céu de Marília, viralizou mundo afora. O vídeo foi gravado na região do aeroporto da cidade. Por conta do histórico de lendas e histórias no local, alguns marilienses ficaram em alerta. Confira o vídeo clicando aqui.

Imagem do vídeo de um possível OVNI nos céus de Marília

Marília no Guiness Book

Marília entrou para o famoso Guiness Book, o Livro dos Recordes, em 1992. A peripécia, foi conquistada graças à Vó Nena, uma senhora com 81 anos, que se tornou a pessoa mais velha do mundo a saltar de Paraquedas.

Bora saltar também?

Foto: Vó Nena, divulgação

A Noiva de Marília

Reza uma lenda, bem antiga, passada de geração em geração, que uma moça vestida de noiva, estava a caminho da igreja para se casar. Infelizmente, um caminhão ao desviar de uma barreira, invadiu a pista contrária. Tanto a noiva, quanto o motorista, morreram na hora. O noivo que aguardava, nervoso, começou a amaldiçoar a noiva que acreditava ter desistido do casamento. Na manhã seguinte, os destroços foram encontrados e o luto tomou conta das famílias.

Até hoje, há relatos de pessoas que, ao passar pela primeira serra entre Marília e Ourinhos, em noite de lua clara, avista-se uma jovem, vestida de noiva, um pouco suja e bastante aflita pedindo carona.

Já viu ela por aí?

Foto: divulgação

O Robin Hood de Marília

Essa você deve conhecer: Pé de veludo foi um criminoso, que invadia casas enquanto os moradores ainda estavam dormindo. Além do furto, comia, usava o banheiro, analisava as casas e deixava bilhetes elogiando a comida e a decoração.

Sua fama de Robin Hood se devia ao fato de dedicar-se às famílias pobres de periferias da cidade de Marília. Comprava comida para famílias pobres e doces para crianças do bairro. Morreu aos 21 anos em um confronto com a polícia. Atualmente, seu túmulo é o mais visitado de Marília durante o dia de Finados.

Foto: divulgação

Dinossauros aqui!

Marília abriga um dos Museus Paleontológicos mais importantes do Brasil, com fósseis de dinossauros com cerca de 70 milhões de anos, que contribui para inúmeros estudos e descobertas científicas. Já fez uma visitinha no Museu?

Foto: reprodução

Ripa na Chulipa e Pimba na Gorduchinha!

O narrador esportivo Osmar Santos foi revelado em Marília! Posteriormente, ele passou pelas Rádios Clube e Dirceu de Marília. Depois disso, se notabilizou na Rádio Globo de São Paulo. Além disso, Osmar Santos fez história no rádio brasileiro ao criar expressões que logo caíram no gosto popular, entre elas: “Ripa na chulipa e pimba na gorduchinha” e Sai daí que o Jacaré te abraça, garotinho.”

Foto: Osmar Santos

Banco dos 10 contos

Exatamente no dia 10 de março de 1943, aqui em Marília, nascia o Banco Brasileiro de Descontos, que viria a ser o famoso Banco Bradesco. O Banco, era popularmente chamado de “Banco dos 10 contos”, pois cobrava 10 moedas para descontar o cheque dos clientes, valor ainda muito inferior ao que os outros bancos cobravam na época!

Banco dos 10 contos

Capital Nacional do alimento

Você sabia que Marília é a capital nacional do alimento? Pois é, ao todo, são mais de mil empresas do setor alimentício e acredite: a cidade produz cerca de 32 mil toneladas de alimentos por mês!

A marilan - Marilan
Foto: Divulgação Marilan

A primeira rodoviária do Brasil

A primeira rodoviária do Brasil foi inaugurada em Marília, no ano de 1938. A Empresa Estação Rodoviária de Marília Ltda., já havia sido construída em formato oval, com 11 cômodos e 2 sanitários, além disso, contava com uma garagem coberta.

Primeira medalha de natação para o Brasil

O Atleta mariliense Tetsuo Okamoto foi o primeiro a trazer uma medalha olímpica de natação para o Brasil. A façanha aconteceu em Helsinque, na Finlândia, em 1952. E adivinha só? Suas primeiras braçadas foram no Yara Clube de Marília!


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! Se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br.


Este conteúdo é um oferecimento UNIVEM, instituição referência em educação e que apoia as boas notícias de Marília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui