Ontem (04/10) foi comemorado o Dia Mundial dos Animais. A data foi escolhida para ser alusão ao Dia de São Francisco de Assis, conhecido no catolicismo como o santo protetor dos animais.

E foi pelo amor aos animais que a ONG Patas de Rua nasceu, fruto da união de protetoras independentes que há anos já realizavam seus trabalhos de resgate, recuperação e cuidado de animais, por conta própria. Foi então que em 2018 se uniram e em 25 de outubro de 2020 iniciaram os trabalhos oficialmente como uma ONG. 🐾

As fundadoras da ONG.

A ONG

Semanalmente a equipe faz resgates, agenda castrações de animais errantes e suas adoções. Ainda se mobilizam para conseguir atender pedidos de ração, ajuda de animais em situação de vulnerabilidade e, com auxílio de doações, realizam compras de roupas, casinhas de madeira e medicamentos.

A equipe durante o resgate de uma gata que estava presa dentro de um bueiro.

Voluntariado e Coragem

A frente da ONG se encontram as fundadoras: Sueli Aparecida Barbosa, Rosa Cristina Vieira Martins, Ana Beatriz Gonçalves Llobet Villas e Isadora Maria Barbosa Pereira.

“ O amor aos animais e a misericórdia por eles nos motiva todos os dias.” – Isadora, Co-Fundadora ONG Patas de Rua

Atualmente a ONG atua com 17 voluntários cadastrados, que agem conforme disponibilidade, se desdobrando entre a vida profissional, pessoal e o voluntariado. Por não possuírem funcionários todo o trabalho é sem remuneração, movidos apenas pelo amor.

Equipe a frente da ONG.

Solidariedade como apoio

Para conseguir manter os trabalhos a ONG conta com contribuições mensais de 25 associados, pessoas físicas que doam mensalmente valores a partir de R$10, ainda para completar os valores realizam rifas, produtos artesanais e acessórios.

Apesar de receber apoio estratégico da prefeitura, a ONG não capta renda alguma vinda do poder público.

“Protetores independentes têm seus cadastros atualizados e apresentam comprovação da atuação realizada na cidade. Recebemos também mensalmente microchips de identificação fornecidos gratuitamente pela Coordenadoria da Prefeitura Municipal, desde o mês de junho para aplicação em nossos resgatados. ”– Isadora, Co-Fundadora ONG Patas de Rua.

Resgate de um cachorro ferido.
A equipe recolhendo doações.

Histórias que inspiram

  • Rosinha

Das diversas ações da ONG, algumas histórias se destacam. Como o resgate de Rosinha, uma gata que foi encontrada já prenhe em um foco de gatos, onde dias depois alguém envenenou todos. Porém Rosinha sobreviveu, juntamente com seus cinco bebês e ainda foi mãe de leite para mais dois filhotes encontrados abandonados logo após o nascimento.

“Hoje temos o prazer de acompanhar a alegria dessas 8 vidas salvas em seus lares, onde recebem muito amor e carinho!” Isadora, Co-Fundadora ONG Patas de Rua

Rosinha amamentando seus filhos e adotivos.
Resgate da Rosinha

  • João Pedro

A história do pequeno filhote João Pedro é outra a ser contada. Resgatado de maus tratos hoje é a mascote da ONG. Nasceu com hidrocefalia, estava com doenças transmitidas por carrapatos e muito abaixo do peso. E com muito cuidado e amor, hoje está saudável e feliz.

Equipe voluntária em um dos resgates.

Expectativas para um mundo melhor

“A atividade da ONG na cidade tem como intuito reduzir o número de animas abandonados, assim acreditamos que para que isso aconteça é necessário a junção de três fatores essenciais: Incentivo a posse responsável, com análise criteriosa para adoção, castração em massa e conscientização da população. ” Isadora, Co-Fundadora ONG Patas de Rua

Todos os planos da ONG para o futuro estão pautados nesses três objetivos.
Desejam ampliar o trabalho que já é realizado e ainda têm o sonho de construir uma sede para poder abrigar animais resgatados, já que atualmente apenas dispõem das casas das protetoras e dos apoiadores, que por sinal já se encontram lotadas.

Trabalhando duro e utilizando a parceria com a Coordenadoria de Proteção Animal, a ONG Patas de Rua vê com esperança os próximos passos, esperança essa de um futuro melhor para todos os animais.

A equipe com JP no colo, durante uma palestra

Para ajudar com doações, se candidatar para o voluntariado ou acompanhar os resgates siga a página ONG Patas de Rua no Facebook ou siga no Instagram, @ongpatasderua.

Equipe e JP.

Gostou desse conteúdo? Então nos acompanhe nas nossas redes sociais! Curta nossa página no Facebook e nos siga no Instagram: @solutudolencoispaulista.

5/5 - (1 vote)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui