Nessa quarta-feira (15 de setembro) comemora-se o Dia da Padroeira, Nossa Senhora da Piedade. Uma data de respeito e muita fé para toda a comunidade católica. Porém poucos conhecem sua história em relação ao município e as suas conexões com outros da região.

Imagem e inspiração

O título Nossa Senhora da Piedade é atribuído a imagem inspirada pela Pietá de Michelangelo, sendo uma alegoria poderosa a misericórdia, condescendência e amor. Na imagem retratada pelo artista renascentista italiano vemos Maria recolhendo em seus braços seu Filho Jesus, já morto. Uma imagem forte, que espelha a dor de uma mãe.

A cena pintada remetendo a escultura original foi emblema de Santas Casas de Misericórda em Portugal, fundadas pelo frei Miguel de Contreiras.

Imagem de Nossa Senhora da Piedade

História da Santa no Brasil

O culto a Nossa Senhora da Piedade chegou ao Brasil com os jesuítas, que eram devotos à Santa e se instalaram em Minas Gerais, na região de Guaratinguetá, onde se tornava uma passagem para bandeirantes rumo ao interior até chegarem à Belo Horizonte, onde há um santuário dedicado.

Parte desses jesuítas possuíam sesmarias na região de Botucatu. De lá instruíram a expansão. E então, segundo registros, em 22 de Julho de 1858, um grupo de donos de terras lençoenses fizeram doações de áreas de campos e matas à Nossa Senhora da Piedade, padroeira da Matriz da Freguesia de Lençóis Paulista.

Este foi o primeiro registro de devoção a Santa que se tornou padroeira do município.

Parte externa do Santuário, com iluminação festiva.

Santuário em Lençóis Paulista

A imagem da padroeira que está atualmente no Santuário chegou há quase 70 anos, no dia 15 de março de 1953. Foi doada pela família de um importante munícipe especialmente para a Matriz Nova, o Coronel Joaquim Anselmo Martins. Imagem que foi esculpida em tamanho real, totalmente em madeira na fábrica de imagens de Giacomo Vincula Mussner, de Ortisei, em Bolzano na Itália.

Parte interna do Santuário.

Imagem intacta

Há alguns registros que consideram que a família do Coronel também esteve envolvida na doação das áreas para a igreja em 1958. Em 1999 a 2000 a imagem foi restaurada por Ivone Paccola, com muito cuidado, respeito e devoção e permanece intacta até hoje.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui