O tempo da gravidez é, sem dúvidas, um dos mais belos da vida de uma mulher. Um período repleto de novas emoções, sentimentos e transformações na mente e no corpo, as mulheres que já passaram pela experiência da gravidez sabem bem do que estamos falando. Elas também sabem como ninguém que, apesar das delícias vivenciadas nos 9 meses em que uma nova vida é gerada em seu ventre, alguns desconfortos também passam a fazer parte do dia a dia.

Um destes desconfortos, como explica a fisioterapeuta Edilaine Fantini, é o inchaço das pernas e dos pés, que no período da gestação frequentemente associa-se a outros sintomas, como dor, cansaço, sensação de peso e ausência de sensibilidade, além do componente estético, que acaba por também incomodar as mulheres.

edilaine fantini drenagem linfática em jundiaí
Os edemas, mais conhecidos como inchaços, são comuns e ainda mais desconfortáveis na gestação. (Foto: Arquivo Pessoal/ Reprodução)

Isso ocorre porque, segundo Edilaine, para a geração do bebê, o corpo da mãe necessita aumentar o volume de sangue em quase 50%, o que faz com que os líquidos de pequenos vasos, chamados de capilares, transbordem e causem os inchaços, chamados de edemas.

“Se houver um grande transbordo para o corpo, o organismo não consegue fazer a coleta e eliminar pela urina todo esse líquido disperso. Assim, há um acúmulo de componentes que ficam perdidos e causam o inchaço, que por sua vez, quando percebido pelo organismo, acaba por gerar excessivas respostas nervosas, o que faz a mulher ficar irritada e nervosa.”

Benefícios da Drenagem Linfática

De acordo com Edilaine, a Drenagem Linfática Manual em Gestantes, além de eliminar o excesso de líquidos e aliviar os edemas típicos da gestação, ainda ajuda no relaxamento, no estímulo para a lactação e até na prevenção de varizes, celulite e estrias. “A gestação vai passar com ou sem a drenagem. A diferença é que com a drenagem os desconfortos serão diminuídos, assegurando uma gestação muito mais tranquila e confortável.”

Gabrielle Monteiro é nutricionista e, grávida do terceiro filho, esta é a terceira vez que recorre às técnicas de Edilaine. “Eu a conheci através da massagem para alívio da tensão cervical. Depois ela me acompanhou com a Drenagem Linfática na segunda e terceira gestação”, afirma.

Em sua primeira gestação, a youtuber Larissa Zorzella afirma ser perceptível que a Drenagem Linfática está ajudando a deixá-la mais leve e sem inchaços no corpo: “Em todas as sessões eu percebia um aumento na eliminação de líquidos, o que me trazia bastante alívio. Acho primordial fazer esse tratamento não somente para alívio de sintomas, mas como prevenção.”

Para depois da gravidez

Apesar de ser fortemente recomendada nas semanas que antecedem o parto, a Drenagem Linfática Manual pode ser feita tanto no comecinho da gravidez como também logo após o parto, auxiliando no retorno da forma física e estimulando o metabolismo. “É muito comum a mamãe apresentar inchaço após o parto cesáreo, que é mais acentuado do que na gestação e que geralmente incomoda muito, principalmente na dobra em cima dos pés ao pisar no chão. Elas incham principalmente nas pernas e algumas vezes no rosto, e a drenagem auxilia muito nessa fase”, lembra Edilaine.

Outra técnica aplicada pela fisioterapeuta no pós-parto é a Shantala, essa voltada especialmente aos bebês. “A Shantala é uma massagem que traz vários benefícios ao recém-nascido, e consiste numa sequência de movimentos realizada no corpo do bebê usando óleo natural. Em seguida, ele é colocado no ofurô, um balde com bordas arredondadas e com água morna, onde o bebê relaxa.”

Leia também: Edilaine Fantini prova que conhecimento nunca é demais

Na Shantala, os pais não precisam se deslocar com o bebê até o consultório, uma vez que Edilaine realiza todo o atendimento no conforto do lar da família. A profissional ainda faz questão de que o pai também participe e aprenda os movimentos, pois essa é uma oportunidade de ouro para aumentar seu vínculo com a criança.

A mãe já tem muito contato com o bebê na amamentação, a maior parte do tempo é a mãe que fica com o bebê, então eu gosto sempre de insistir e incentivar o pai a fazer a Shantala. A mãe também, mas principalmente o pai, pois esse é um momento em que eles podem ter uma aproximação física maior.

A Shantala pode ser feita após a queda do umbigo ou após um mês de nascido, de acordo com Edilaine. “Quanto antes, melhor, desde que os pais tenham segurança para segurar a criança no ofurô.”

Experiência faz a diferença

Edilaine observa que, atualmente, as gestantes estão recorrendo à Drenagem Linfática Manual cada vez mais cedo, buscando justamente a prevenção dos inchaços. E, ainda de acordo com sua visão, cada dia mais elas entendem que devem escolher profissionais capacitados para cuidar delas e de seu bebê.

Exemplo disso é a designer de interiores Rafaela Lourençon, que optou em sua segunda gravidez ser novamente acompanhada por Edilaine justamente por seu maior diferencial: a experiência. “É importante ser acompanhada por profissionais preparados para cuidar da alimentação, exercícios físicos, preparação para o parto, prevenir edemas e desconfortos“, destaca.

Já faz 9 anos que Edilaine atende gestantes – inclusive ela brinca que até já perdeu as contas de quantas gestações já atendeu. “Algumas já estou acompanhando a terceira gestação”, recorda. “Muitas delas atendo semanalmente por 9 meses, e ainda mais algumas semanas no pós-parto. Nisso, acabamos criando vínculo, muitas vezes amizade.”

Amo quando a mamãe me manda foto do bebê quando nasce! Depois, quando vou atendê-la em domicílio no pós-parto e ensinar a Shantala e conheço os bebês, não tem como não me apaixonar. Encontrar a criança, acompanhar seu desenvolvimento pelas redes sociais, manter contato com as mamães é sempre emocionante.

Após tanto tempo de muita dedicação e cuidado com suas pacientes, quando Edilaine recebe uma ligação ou mensagem de alguma delas dizendo ‘Edi, preciso falar com você’ ou ‘Tenho uma novidade para te contar’, a profissional conta que faz festa, pois já sabe que é gravidez a caminho!

E foi justamente com uma mensagem dizendo que ‘tinha uma novidade para contar’ que a empresária Laís Castilho Ortiz proporcionou mais uma ‘festa’ para Edilaine. “A Edi me acompanhou com a Drenagem Linfática durante toda a minha primeira gestação, e agora ela não poderia deixar de me acompanhar na segunda também”, afirmou Laís.

“É muito emocionante saber que eu contribuí, por meio da Drenagem Linfática, para o bem-estar dessas mamães, saber que eu pude ajudar e dar mais conforto, bem-estar, diminuir dores, pesos nas pernas, as ajudei a ter uma gestação mais tranquila e curtir essa fase tão emocionante que é a gestação. Também é muito recompensador receber a gratidão dos papais, afinal estou cuidando de seus amores.”

Drenagem Linfática em Jundiaí

Fisioterapia Edilaine Fantini

  • Endereço: Rua Professor Giácomo Itria, nº 106 – Casa 21, Anhangabaú – Jundiaí/SP
  • Telefone: (11) 95456-3070
  • Site
  • Facebook
  • Instagram

Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Jundiaí e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: jornalismo.jundiai@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui