Todo mundo já ouviu ou falou alguma vez que errar é humano. E é verdade! Quem nunca errou na vida, e bem ainda nos estudos ou na profissão? Mas, ainda bem, que diante de uma decisão errada, é necessário rever nossa rota… E, mais do que isso, aprender com tal experiência!

Outra verdade é que precisamos aprender com nossos erros. Afinal, errar é humano, errar duas vezes… 😛 E, independente de nossas decisões, vimos na última matéria da série de dicas da consultora e coach vocacional e de carreira Irani Dutra que todo nós precisamos passar por um processo de busca por autoconhecimento.

Planejar e sonhar!

Planejar-se, traçar um plano, ter metas é fundamental, lembra? E sonhar também é. “Eu percebo muitos jovens que não tem sonhos, que não se permitem sonhar. Por isso falei do desafio da lista de 100 desejos, de 100 coisas que você poderia fazer durante a vida. Isso vai ajudar você a buscar seus objetivos, seus sonhos! Desde uma viagem, a planejar ela… quanto custa, o que eu preciso fazer para fazer a viagem dos meus sonhos? E para a minah carreira, preciso estudar inglês? Fazer algum outro curso para complementar a minha formação, minha carreira?”, lembra Irani

E é nesse momento que lembramos da nossa matéria dos 4 pilares:

  • Autoconhecimento
  • Planejamento
  • Pesquisa
  • Autoavaliação

Outro ponto que é preciso relembrar é o exemplo do iceberg, sobretudo para o mercado de trabalho, seja para ingresso ou recolocação. “Tudo aquilo que você fizer na faculdade, os cursos de idiomas, cursos complementares, todos os cursos técnicos, enfim, toda sua formação, corresponde a ponta, a 10% do iceberg”, destaca.

E mais uma vez é necessário que cada um seja o protagonista da sua própria vida, e decida o que realmente quer ser e fazer da vida. “Olha, eu me formei em tal profissão, e qual são as empresas top, ou as empresas que trabalham com isso e que me interessam para eu fazer carreira? A partir daí temos as condições de se preparar e ir atrás do necessário.”

Aproveite a era digital

Outra dica da Irani é que, independentemente se estiver entrando agora no mercado de trabalho, estiver de ‘mudança’ ou almejando subir de posição, se você não tem um perfil no LinkedIn, é altamente recomendável que você crie um. “E que seja adequado, competitivo, um ‘perfil LinkedIn campeão e estratégico’ como a gente fala, ou seja, que tenha informações relevantes”, ensina.

Portanto, invista mais tempo nessa rede social e capriche! Entenda do que os recrutadores estão atrás, o que eles buscam, identifique quais são as palavras-chave para a sua profissão e o que você está procurando. “Você tem que escrever aquilo que os recrutadores vão buscar, as palavras-chave que eles irão buscar.”

Mundo VUCA

Já ouviu falar desse conceito? Como Irani explica, ele é muito ligado a essa era nova e complexa em que vivemos. VUCA são as iniciais das palavras Volatility (volatilidade), Uncertainty (incerteza), Complexity (complexidade) e Ambiguity (ambiguidade).

São também exigidas pelas empresas outras tantas características de seus funcionários, como adaptabilidade, flexibilidade… mas isso já é papo para um outro dia. 😉


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui