De uma cidadezinha do norte de Portugal, chamada Esposende, para a capital do calçado feminino.
Abílio Laranjeira Areia, 78, chegou em terras Brasileiras com 13 anos de idade, fugindo da ditadura e da falta de escolhas da época em seu país.

“Nesse tempo não haviam muitas opções para os jovens, ou você ia para a lavoura ou entrava em um seminário para se tornar padre. Como parte da minha família já estava no Brasil, resolvi embarcar no navio para uma viagem sem volta. Eu queria vencer na vida, ganhar meu dinheiro e constituir uma família.”

Ao deixar a Europa, Abílio residiu em São Paulo, onde um tio o aguardava com um emprego no balcão de uma de suas padarias.

“A passagem de navio havia sido paga por ele, então, trabalhei de balconista para pagar a dívida da viagem.”

Foto do passaporte do Seu Abílio aos 13 anos chegando no Brasil.

No inicio, nada foi fácil para o imigrante Português, com o pouco que ganhava, ele pagava a passagem e precisava se manter no novo país.

“Mesmo lembrando dos momentos difíceis, sinto saudades dessa época. Foi trabalhando duro, desde os meus 13 anos que amadureci, e hoje me orgulho do que construí ao longo da vida.”

Tradicional família portuguesa, a mãe e os 10 irmãos de seu Abílio.

Por que Jaú?

Aos 21 anos, seu Abílio, já havia trabalhado muito e conseguiu ter o seu próprio armarinho. Viajava o país inteiro, vendendo miudezas e bijuterias. Fundou sua primeira imobiliária em Praia Grande, em meados de 78. Alguns anos depois comprou uma propriedade rural em Bariri, onde foi morar com a mulher e a filha pequena. Mas ele ainda buscava por um negócio que fizesse sentido. Foi quando no ano de 1984, enxergou um forte potencial imobiliário na região de Jaú, se mudando para a cidade.

“Não foi eu que escolhi Jaú. Jaú foi quem me escolheu. A cidade me recebeu de braços abertos.”

Após se adaptar e trabalhar alguns anos na cidade como corretor de imóveis, em 88, seu Abílio e mais dois sócios decidiram investir na cidade e fundar a Imobiliária Jaú, uma das mais antigas da cidade, que atua há 32 anos com uma extensa cartela de clientes e sempre trazendo novos empreendimentos.

Primeira Imobiliária de seu Abílio, em Praia Grande, em meados de 1978.

De pai para filhos

Uma das principais tarefas dos pais é instruir os filhos sobre o mercado de trabalho. Alguns acabam servindo até de modelo, afinal, bons exemplos precisam ser seguidos. E não é à toa que muitos filhos vão além e seguem as profissões dos pais. Esse é o caso do seu Abílio e dos seus dois filhos Alice e Gabriel.

Aos poucos a participação dos filhos no negócio foi crescendo e ciente de que eles poderiam assumir o negócio, o pai então passou, de uma geração para a outra, toda a sua experiência no mercado imobiliário.

“É fundamental essa fusão, nosso pai traz todo o conhecimento e nós agregamos na parte de inovação e modernidade.” Conta Alice.

Gabriel, Abílio e Alice Areia: gerações agregando valores ao mercado imobiliário jauense.


Leia também:

Como era Jaú antigamente? 10 fotos que provam que Jaú não mudou quase nada
Comerciante jauense surpreende a população ao disponibilizar ração para cães de rua
Proprietários de Padaria em Jaú oferecem pães de graça para quem não pode pagar


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você tem uma sugestão e quer ver ela ela aqui, entre em contato pelo e-mail: bianca.camargo@solutudo.com.br

5/5 - (5 votes)

11 COMENTÁRIOS

  1. Linda história de vida do seu Abilio deixando todo esse legado pra o Gabriel e a Alice que com competência estão administrando a imobiliária
    Eu deixo todos os meus imóveis pra vocês
    São muitos transprarentes em tudo tenho total confiança
    Eu só tenho que agradecer por tudo
    Beijão a todos os proprietários e funcionários
    Ivair e izildinha

  2. Um grande abraço ao Sr
    Abílio, uma história fantástica e inspiradora.
    Fomos vizinhos por alguns anos e tudo isso é novidade para mim. Bom saber dessa história de vida e desejar tudo de bom para uma grande pessoa.

  3. Linda história de vida! É de pessoas assim que o Brasil tem que se orgulhar! Gente honesta, empreendedora, que gera empregos e ajuda o Brasil a se desenvolver.
    Parabéns ao Sr Abílio pelo legado e aos filhos que abraçaram a causa, desejo muito sucesso!!!

  4. Diante de toda essa história, temos a certeza que guiados por DEUS, em conjunto com a perseverança, honestidade e muito trabalho, podemos chegar a lugares inimagináveis, ao Sr. Abilio, deixo aqui meus parabéns, pelas conquistas e a forma que vem fazendo a transição para seus Filhos “herdeiros”, que com muita competência já demonstrada, remete há Imobiliaria Jaú, há um futuro próspero !!

  5. Parabéns para o meu grande amigo de muitos anos, Sr. Abilio e também para os seus filhos.
    Gostei muito da história uma vez que é muito semelhante a minha, porque atualmente conto com 76 anos, mas comecei a trabalhar com 8 anos, quando mudei para Jau, da Fazenda Brejão onde nasci e, comecei a trabalhar como engraxate nas ruas da cidade com 8 anos de idade, portanto, tenho 68 anos de trabalho, ou seja, 3 a mais que o Sr. Abilio e, certamente, com mais tempo de aposentadoria hahahah
    Um forte abraço e que Deus abençoe a todos nós! Belotto.

  6. Parabéns à família Areia, lição de vida para os jovens de hoje. Foram muitos desafios aproveitados de forma criativa que transformaram -se em oportunidades !
    Forte abraço ao Sr Abílio !

  7. Parabéns pela trajetória até aqui. É com trabalho e dedicação que se consegue sucesso. Não conhecia a história do Sr. Abílio, mas agora reconheço seu potencial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui