Dia 25 de julho é celebrado o Dia Nacional do Escritor. Vários escritores já fizeram história e estão gravados na mente de todos, especialmente nas de quem ama ler, mas não podemos deixar de citar novos nomes da literatura. É o caso da Lhaisa Andria.

“Sim, parece um nome inventado, mas é realmente o meu nome”, ri. Formada em Letras pela Unioeste, trabalha com produção literária e se qualifica como escritora. E que escritora! O currículo conta com seis livros publicados, são quatro da saga Almakia, uma coautoria com a escritora e amiga Paula Vendramini e o romance Minta Comigo. Isso sem contar as diversas antologias!

Foto: Pixabay

Lhaisa sempre gostou de escrever, tanto que Fanfics também fazem parte do repertório. Apesar disso, escrever um original era um sonho distante, mas graças a vários comentários positivos, decidiu tentar. Chamou uma amiga para se aventurar no mundo literário e desde então não pararam mais. O começo foi um pouco conturbado, afinal, na época, as editoras davam maior atenção a livros de romance, mas nada as impediu de escrever fantasia.

O negócio deu tão certo que as duas até lançaram um selo dentro da editora MODO. É o selo Lumus, que identifica os livros de fantasia da editora. “A proposta era encontrar histórias com uma luz diferente”, conta. Já identificou 20 livros! Além desse, existia o selo de romance da MODO, que acabou se solidificando em uma nova editora e a antiga se desfez. Infelizmente, o Lumus não pôde seguir o mesmo caminho, afinal a maior parte do mercado fica em São Paulo ou no Rio de Janeiro.

Sobre Almakia

Foto: imagem de acervo livre

Almakia é um mundo fictício em que certas pessoas possuem poderes. Formaram-se elites, que desprezam os que não possuem os poderes, ou almakis. A trama é centrada em Garo-lin, uma vilashi, alguém que vive nas margens da sociedade. Ela descobre que tem o almaki e é enviada ao Instituto Dul’ Maojin, onde aprenderia a controlá-lo. Lá, ela esbarra nos Dragões de Almakia, um grupo de herdeiros das famílias mais poderosas de todo o território. A partir daí, ela aprende mais sobre quem é, por que de ter o almaki e juntos desvendam os mistérios de Almakia.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui