Todo mundo sabe que os estudos são a porta de entrada para qualquer faculdade. Isso começa desde os primeiros anos de escola e vai além do vestibular. Como sexta-feira (24) é o dia do vestibulando, separamos aqui dicas ótimas para quem precisa daquela forcinha nos estudos.

Leia em três “etapas”

É uma excelente maneira de estudar: pegue um texto e leia três vezes. Em primeiro lugar, lê-se para se familiarizar com o texto. Na segunda lida, destaque as informações mais importantes. Na terceira, faça anotações. Esse método fixa bem o conteúdo e salva vidas em qualquer prova, concurso ou vestibular.

Questione

Ao invés de simplesmente decorar datas ou tópicos, procure entender os motivos que tornam aquela informação verdadeira. Por exemplo, não decore a constituição brasileira, mas entenda o porquê do Brasil adotar a dignidade da pessoa humana como fundamento da República. A partir dessa informação, deve-se buscar as origens disso, que estão na adoção do princípio da dignidade da pessoa humana pelas principais democracias ocidentais após a Revolução Francesa. Como resultado, o cérebro trabalha mais e isso vai se tornar uma grande vantagem em questões discursivas ou em redações. Isso é conhecido como interrogação elaborativa.

Tente visualizar o conteúdo

Às vezes, o conteúdo é muito ramificado e difícil de entender através de texto. Por isso, é melhor tentar transformar palavras em ilustrações, fazendo mapas mentais ou simplesmente rabiscando desenhos. Isso não vai ser fator determinante para fixar informações, mas pode ser crucial para o entendimento.

Distribua os assuntos

Quase como na escola, a ideia é fazer uma rotina de estudos e intercalar. Abordar apenas um assunto por muito tempo pode sobrecarregar o cérebro e trazer o efeito oposto do desejado. Então, o melhor é se organizar para intercalar matérias a cada duas horas, no máximo.

Testes práticos

Parece um clichê, mas realmente funciona. Resolver vestibulares aplicados em outros anos vai te preparar para o estilo de questões que você verá quando chegar a sua vez. Isso também pode ajudar com o nervosismo e a ansiedade. Outra dica importante é refazer as questões que errou e anotar as dificuldades que teve para aprofundar o seu conhecimento no conteúdo e não errar novamente.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui