Como as Mídias Diretivas podem trazer resultados para o seu Negócio

Mais que ninguém, você empreendedor, sabe a importância de controlar bem o orçamento do seu negócio, certo? Você sabe também que todo investimento precisa ter retorno, principalmente quando o assunto é divulgação!

Hoje existem inúmeras formas de divulgar seu trabalho. Seja online ou off-line; com campanhas elaboradas ou pelo simples – e eficaz – boca a boca, a verdade é que seu público precisa conhecer sua empresa para comprar seu produto ou serviço.

Mas como falar na hora certa para as pessoas certas? Já ouviu falar das Mídias Diretivas? Não? Então continue lendo e saiba como elas podem ser uma ótima opção para você se destacar da concorrência.

Ok, mas o que é Mídia mesmo?

Bem, você provavelmente já ouviu muito a palavra “Mídia”, mesmo sem saber certinho o que ela significa, não é mesmo?

Na origem, a palavra mídia quer dizer meios, então, podemos dizer que mídia é o conjunto dos meios de comunicação. Jornais, Revistas, Tv, Rádio, Redes Sociais, Outdoors, Cartazes, Folders, Cinema… são todos meios de comunicação, portanto: mídias.

Jornais e Revistas, por exemplo, são considerados Mídias Impressas. Enquanto Tv, Rádio e Cinema são chamados de Mídias Eletrônicas e na Internet é onde se encontram as famosas Mídias Digitais.

Ok, mas o que isso tem a ver com o meu trabalho? Bastante coisa!

Já vimos aqui no nosso blog que a Promoção é a fase do seu Planejamento de Marketing em que você comunica o mundo sobre o seu trabalho! E como você vai fazer isso? Usando as Mídias!

Indutiva x Diretiva

Agora que você já entendeu o conceito, vamos ver como as mídias podem trabalhar pra você?

De modo geral, quando as mídias têm função comercial – ou seja, querem comunicar sobre produtos e marcas – elas podem trabalhar de duas formas: indutiva e diretiva. Complicou? A gente explica!

Você está caminhando na rua sem saber o que pedir para o jantar, vê um outdoor com um hambúrguer lindo, gigante, suculento, cheio de queijo e, na mesma hora, fica morrendo de vontade. Pois bem, esse Outdoor cumpriu uma função Indutiva, ou seja, ele te induziu ao desejo de consumir o lanche.

Agora, pense nessa outra situação.

Você chega em casa à noite, depois de um dia cansativo e quando vai abrir a porta, sua chave quebra. Você precisa de um chaveiro! Você se lembra que tem o app da Solutudo no celular e procura as opções de chaveiros para te atender. Nesse caso, o app agiu de forma diretiva. Por que não induziu um desejo, mas atendeu uma necessidade que você já tinha.

Então, resumindo, Mídias Indutivas têm a função de despertar o desejo e Mídias Diretivas agem quando a necessidade já está estabelecida. Ok?

No exemplo, cada caso tratava de situações diferentes, mas na vida real essas funções são complementares.

Imagine que depois de ver o Outdoor daquela hamburgueria nova, você decida pedir o lanche. Mas você passou muito rápido e não conseguiu anotar nem o nome da lanchonete direito. Você, então, procura o site de um guia da sua cidade, encontra o contato e faz o pedido. Muito bem, você foi atingido pelas duas formas de mídia.

Mídia Diretiva para Negócios Locais

Com origem nas listas telefônicas e nas famosas páginas de anúncio dos jornais impressos – lembra das páginas amarelas? – a Mídia Diretiva age quando o consumidor já percebeu que tem uma necessidade ou desejo. A dúvida é sobre quem poderá nosdefender atender.

Estar presente em Mídias Diretivas pode gerar ótimos resultados, principalmente se você trabalha com um pequeno negócio local.

Com uma ótima relação de retorno sobre o investimento – ROI, o anúncio em mídias diretivas é muito efetivo para pequenos negócios, porque chega na hora certa, para a pessoa certa e no lugar certo.

Na Hora Certa

As mídias indutivas são muito importantes, mas também podem ser um pouco irritantes, não é? Se você já teve um vídeo interrompido por anúncios no You Tube sabe bem do que estamos falando!

Com as mídias diretivas, esse não é um problema. Por natureza, esse tipo de comunicação de marca, é permissivo, ou seja, só aparece quando o consumidor realmente não vai se sentir incomodado com o anúncio – já que ele procurou por aquilo.

Como já comentamos, essas mídias agem quando a necessidade ou desejo já estão bem claros, então o futuro cliente está pronto para consumir, apenas buscando uma empresa que resolva seu problema. Ou seja: existe uma grande chance de efetuação da compra.

Se nesse momento sua empresa aparecer com destaque, é muito provável que a sua marca seja escolhida!

Para a Pessoa Certa

Quando pensamos na divulgação dos nossos produtos e serviços, é comum acreditarmos que quanto mais gente ver, melhor, certo? Bem, mais ou menos.

Vamos supor que o seu negócio seja local e no ramo de músicos para casamento. Provavelmente, seja mais eficiente – e barato – divulgar seu serviço de forma dirigida para pessoas da sua cidade que pretendem se casar, do que fazer um anúncio na Tv para milhares de pessoas de todas as idades em 15 cidades.

Claro, como sempre falamos aqui no blog, você não deve depositar todas as suas fichas em uma estratégia só, ok? Uma mídia não exclui a outra, se lembra? Elas são complementares, mas se você não tem recursos ilimitados, você precisa de assertividade.

Para isso, você precisa alcançar o melhor retorno possível com o investimento feito. Ou seja, você precisa se preocupar com o melhor custo benefício. E as mídias diretivas são ótimas nisso.

Semelhante às ações em redes sociais, com custos baixos – ou até gratuitamente – você consegue ter retorno, alcançando as pessoas certas, na hora certa! Ah, e uma vantagem frente às redes sociais, elas chegam também no lugar certo.

No Lugar Certo

Para serem relevantes, as Mídias Diretivas precisam ter um forte apelo local. Só assim, o usuário saberá que vai encontrar opções direcionadas a ele. Afinal, se você está com fome em Aracaju, não adianta ter o telefone de uma pizzaria em Salvador, não é mesmo?

Por outro lado, para negócios locais, anunciar nesse tipo de mídia é ter mais chances de que o anúncio vai ser exibido para o público com maior potencial de compra naquela região. Isso melhora muito o ROI.

Em muitos casos, as mídias diretivas são até mais eficiente que grandes motores de busca, como o Google, para encontrar pequenos negócios locais. Principalmente porque essas empresas teriam dificuldades em serem encontrados no raqueamento orgânico.

Encontrar na internet o telefone daquela grande rede de lojas que faz propaganda no intervalo da novela é fácil, mas procurar o contato do marceneiro do seu bairro vai ser bem mais complicado.

Da mesma forma, se você é o dono de um pequeno negócio local, esse tipo de mídia pode ser uma ótima opção para ser encontrado com destaque no meio de tantas e tantas marcas grandes, concorda?

Métricas Precisas

Com a era digital, as mídias diretivas também evoluíram e essa é uma ótima notícia tanto para usuários quanto para empresários. Com essa evolução, também veio um dos melhores benefícios das plataformas na web: sim estamos falando de métricas!

Em algumas dessas plataformas de mídia diretiva, o empresário tem acesso a métricas importantes que vão guiar muitas tomadas de decisão. Aqui na Solutudo, por exemplo, atuamos como uma mídia diretiva digital e oferecemos muitos indicadores na nossa Área do Cliente.

Você pode criar uma página com informações da sua empresa na nossa plataforma e quando os usuários visitarem a sua página, geraremos dados que você pode ter acesso e analisar.

Com informações como: total de aparições, número de buscas no site e no app Solutudo, número de chamadas no whatsapp, número de indicações pela Central Telefônica da Solutudo, número de orçamentos recebidos pela plataforma, acessos à sua página e até número de ligações, você consegue ter uma percepção muito mais exata do retorno que você tem sobre o que é investido.

Essa transparência de resultados muitas vezes não é fácil de conseguir com mídias indutivas tradicionais.

Evolução ao seu alcance

Se antigamente era necessário ter um catálogo, revista, guia ou lista telefônica em mãos para encontrar o contato das empresas, com as mídias diretivas digitais, sua marca fica disponível e em exposição 24 horas por dia, 7 dias por semana – ou seja, o tempo todo!

Isso faz com que essa seja uma ótima mídia para aumentar a visibilidade de pequenos negócios locais, que muitas vezes não têm estrutura e verba para chegar às mídias tradicionais.

A informação ganha agilidade, alcance e portabilidade, já que agora o “guia” vai para qualquer lugar dentro do seu bolso. Além disso, de listas impressas, essas ferramentas evoluíram para portais completos, que integram informações de utilidade para os usuários.

Aqui no site da Solutudo, por exemplo, você encontra ofertas de emprego, eventos da cidade, produtos em destaque, a programação do cinema e até indicações turísticas de cada cidade, além – é claro – do contato das empresas.

Isso torna a ferramenta convidativa e agradável ao usuário, que vai ter acesso às marcas por meio de uma experiência positiva.

E então, gostou de conhecer mais essa ferramenta? Quer ver alguns exemplos de empresas que tiveram sucesso com essa mídia? Então deixe seu comentário e não deixe de conferir mais postagens no nosso blog! Até mais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui