Você também pode ouvir esse conteúdo! 🎧

Um estudo divulgado no início de 2020 pela eMarketer, empresa especializada em mercado de marketing digital, mostrou que a rede social LinkedIn, voltada para assuntos profissionais, possuía cerca de 43 milhões de usuários no Brasil e mais de 690 milhões no mundo todo. Ainda segundo esse mesmo estudo, 100 mil novos perfis por semana são criados no país. Números muito relevantes!

Atualmente, o LinkedIn é uma das ferramentas de trabalho dos recrutadores para localizar candidatos com bom perfil. Em 2019, 4 milhões de empregos, entre contratações e recolocações, foram concretizados via rede social. Muita gente, certo? Então não dá para ficar de fora! Afinal, quem não é visto não é lembrado. 🤗

(Foto: Reprodução)

Rede de oportunidades

Para o candidato, a rede é completa! Ela é interessantíssima para gerar conexões com profissionais de diversas áreas do mercado, fazer um bom networking, estar por dentro das principais informações corporativas, se apresentar com um currículo estruturado e procurar por novas oportunidades no mercado de trabalho.

Sabe aquela empresa que você sempre sonhou em trabalhar? Então, você pode tentar se conectar com o gestor da área que você almeja ou até mesmo com o RH da empresa. Essa é uma forma de entender como é conduzido o processo de recrutamento & seleção da empresa e o que você precisa fazer para conquistar a vaga! 

(Foto: Reprodução)

E algumas dicas:

Tanto para quem vai criar agora uma conta, como também para quem já tem e precisa atualizar! 😉

  • 1. Importante!!! Lembre-se sempre que o LinkedIn é uma rede social profissional, então cuidado com os seus posts, comentários e erros de português;
  • 2. Tenha um perfil completo e atualizado para aumentar a relevância e ter mais chances de ser encontrado na rede;
  • 3. Capriche na área resumo (esse é o local para você “vender o seu peixe”): insira as suas experiências profissionais contando resumidamente as atividades exercidas em cada uma delas e a sua formação – mas sem mentir! Normalmente os recrutadores já vão direto nesses tópicos para agilizar o processo e decidir se você se encaixa no perfil da vaga;
  • 4. Atenção com a sua foto de perfil: use uma roupa adequada ao ambiente de trabalho ou com fundo neutro e sorria! Perfil sem foto é normalmente rejeitado pelos recrutadores;
  • 5. Solicite recomendações: elas ajudam a destacar seu perfil e é uma boa fonte de informação para os recrutadores;
  • 6. Interaja no conteúdo de outras pessoas, mostre-se relevante, acessível e visível;
  • 7. E, por último, mas não menos importante, crie conteúdo da sua área. Isso ajuda as pessoas a lembrarem que você é profissional daquela área específica. 

E aí, depois de tantas dicas, você não vai ficar de fora da maior rede social profissional do mundo, certo? 😉

Um forte abraço e até a próxima! 


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui