Você também pode ouvir esse conteúdo! 🎧

Neste momento que estão acontecendo as Olímpiadas 2020, no Japão, estamos apreciando a beleza do desempenho dos atletas em suas modalidades. Quanto treino e dedicação para ser apresentado em questão de minutos ou segundos, dependendo da modalidade. Quantos desafios, mentais e físicos, esses atletas estão tendo a superar!

É uma emoção assistir e comemorar com eles. O esporte tem a capacidade de nos distrair da nossa rotina e de atividades do nosso dia-a-dia. Tiramos o foco do nosso estresse e colocamos nas atividades esportivas. Excelente! Isso é saudável!

Também pudemos acompanhar as decisões da atleta americana de ginástica artística, Simone Biles, sobre desistir de participar de algumas provas. Mas afinal, o que que faz uma grande e experiente atleta como Simone tomar essa decisão?

(Foto: The Boston Globe/ Reprodução)

Já ouviu falar dos Twisties?

Simone teve o que chamam de Twisties, que é a perda do controle do corpo e da noção de espaço, gerando o medo de se perder no ar, um bloqueio mental, colocando o atleta em perigo, que pode ser ocasionado por estresse e pressão.

Simone teve maturidade e sabedoria para reconhecer seus limites, ter consciência de sua vulnerabilidade e prezar por sua saúde mental e física. Assumiu o medo para se proteger.

O que aconteceu com ela pode acontecer com qualquer atleta, comigo e com você!

Em outras publicações e aqui repito sobre a importância do autoconhecimento, saber de seus limites, até onde você deve ir sem prejudicar sua saúde tanto física quanto mental. E o fato de o esporte abrir uma brecha para falarmos do assunto, onde nunca foi falado, é um grande avanço e podemos fazer uma correlação com o que aconteceu com Simone com nossas vidas.

(Foto: Forbes/ Reprodução)

Você é cobrado por alta performance no trabalho? É mãe, profissional e dona de casa ao mesmo tempo? Está trabalhando mais tempo durante o home office? Você acredita que não pode demonstrar fraquezas? Essas perguntas te remetem a momentos de estresse e pressão? Se sim, cuidado!!

Leia também: Conhece-te a ti mesmo!

É possível viver sem pressão nos dias de hoje, com toda velocidade que as coisas acontecem? Sabemos que não, mas é possível buscar o autoconhecimento, falar de saúde mental abertamente com sua família e colegas de trabalho e reconhecer que somos vulneráveis e não super-heróis, mitos ou deuses do Olimpo.

O seu corpo vai te dizer quando as coisas não estiverem bem – veja o artigo anterior sobre somatização. Problemas gastrointestinais, dores de cabeça e irritação são sintomas. Não é necessário você passar por Twisties para perceber o momento de parar, reconhecer seus limites e procurar ajuda profissional para lidar com a ansiedade, estresse e pressão.

O que aconteceu com a atleta Simone e acontece com a maior parte da população é muito grave e só mostra o quanto precisamos do equilíbrio emocional e cuidar de nossa saúde mental.

Obrigada e até o próximo artigo!


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui