Para combater os alagamentos que ocorrem em diversos pontos da cidade em dias de chuva forte, a Prefeitura de Botucatu recorreu à construção de grandes reservatórios, popularmente chamados de “piscinões”. O maior plano de macrodrenagem urbana da história do município foi concebido na gestão do prefeito João Cury e começa a ganhar forma no governo Mário Pardini.

O primeiro deles é o reservatório Cascata, que está em fase avançada de construção em uma área de 37 mil m2 nas proximidades do condomínio Spazio Verde, defronte a Rodovia Marechal Rondon. Com capacidade para armazenar até 193 mil m3 de água, a estrutura permitirá a formação de um lago permanente com aproximadamente 0,80 m de profundidade, volume de 16.000 m3 e espelho d´água com uma área de 21.600 m2.

A área de drenagem com aproximadamente 5,32 km2 foi projetada para atender o volume necessário de amortecimento de cheias pelo prazo de até 100 anos e assegurar a segurança da barragem para o período de retorno de mil anos.

COMEÇOU A OBRA DO PISCINÃO

O piscinão de contenção de enchentes já começou a ser construído na bacia do Córrego da Cascata. Este será um importante equipamento para diminuir as enchentes na região da rodoviária de Botucatu.

Posted by Prefeitura de Botucatu on Monday, June 11, 2018

Dificuldades

Outros dois reservatórios já foram licitados, inclusive com definição da empresa responsável pelas obras. A vencedora foi a Contersolo Construtora, que assinou contrato no valor de R$ 2, 9 milhões para construir os piscinões dos córregos do Tenente e Antártica.

Mas a execução dessas obras dependerá de um esforço político por parte da prefeitura para saírem do papel. Em entrevista à Rádio Web Vitrine, nesta sexta-feira (16), Pardini foi questionado pela Solutudo sobre a situação.

“Eu e o vice-prefeito, André Peres, fomos à Brasília e salvamos esses projetos que estavam em vias de serem perdidos. Avançamos com os processos licitatórios e conseguimos o mais difícil, que eram as licenças autorizando as obras. Mas por conta do contingenciamento de recursos do Governo Federal teremos que voltar a falar com o Ministério do Desenvolvimento Regional para convencê-los da importância desses investimentos para a população de Botucatu”, revelou.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Bauru e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui