A utilização de canudos de plástico é criticada em todo o mundo. Em países europeus a utilização desse tipo de utensílio vem sendo proibida e a opção agora são canudos e mexedores biodegradáveis.

A proibição faz com que empresários do setor de alimentação apostem em alternativas ecológicas e biodegradáveis. É então que surgem os canudos de bambu, cana de açúcar ou outros materiais biodegradáveis, como alternativas.

Em Botucatu, o restaurante rural Pé de Peixe, trocou o canudo plástico pelos biodegradáveis e os mexedores de bebidas pela cana de açúcar.

“Sempre tivemos como proposta o consumo sustentável, portanto, a busca pelos utensílios biodegradáveis vem desde o início das atividades. Agora, conseguimos parceiros que nos proporcionarão o fornecimento constante”, explica André Camargo, proprietário do estabelecimento.

Preservação ambiental é preocupação constante

De acordo com ele, por estarem localizados em área rural a busca pela preservação ambiental é uma constante. “Já trabalhamos com copos descartáveis de papel, além de sachês de açúcar e sal do mesmo material. Já vínhamos com canudos e copos biodegradáveis há algum tempo, mas o fornecimento era instável”, revela.

Além de valorizar o meio ambiente e possuir uma das mais belas paisagens da Cuesta, para vislumbre dos clientes, o empresário também incentiva a produção agrícola familiar, priorizando os agricultores locais no fornecimento de frutas, verduras e legumes.

“Nossa especialidade é pratos à base de peixes e frutos do mar oriundos da aquicultura brasileira. Não tendo em nosso cardápio produtos vindos da pesca extrativa”, finaliza.

Combate às bitucas de cigarro

Outra forma de garantir a preservação ambiental é a realização da ação “Botucatu Sem Bituca”, visando evitar a contaminação do solo por bitucas de cigarro através de lixeiras amarelas com diferentes mensagens ambientais alertando sobre os prejuízos ambientais referentes ao descarte irregular desse tipo de lixo.

O estabelecimento fica no Vale do Aracatu, Bairro do Aracatu, zona rural de Botucatu, a cinco quilômetros do centro.

Porque deixar de lado os canudos

Grandes corporações do ramo de alimentação e fast food já estão deixando de lado o plástico em seus utensílios como a Starbucks que deixará de usar canudos de plástico em todo o mundo até 2020.

O McDonald’s também aderiu a ideia e anunciou que abandonará o canudo plástico em lojas do Reino Unido e Irlanda.

A preocupação também atinge governos, países e cidades turísticas como o Rio de Janeiro, Escócia e Reino Unido.

Apenas os Estados Unidos reponde por 500 milhões de canudos plásticos utilizados diariamente.

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui