A diarista Vanessa Marques, teve uma criação disciplinada na Casa das Meninas de Botucatu, onde passou boa parte de sua infância e adolescência. Período em que acompanhava as freiras que atendem na instituição na divisão de alimentos e no auxílio aos mais necessitados. Essa experiência ela garante que nunca esqueceu e passou a aplicar depois que deixou a entidade assistencial, no seu dia-a-dia.

“Boa parte do que chegava na Casa das Meninas era fruto de doação e isso me chamou muito a atenção na época. Percebi que era possível receber e dar aos mais necessitados mesmo a gente tendo pouco”, explica

Já adulta trabalhando como diarista passou a ganhar presentes de suas patroas, decidida a ajudar dividia o que recebia com os mais necessitados. “Ganhava e já dava de presente para alguém que estivesse precisando mais do que eu”, afirma.

Vanessa criou ao seu redor uma rede assistencial

Aos poucos formou-se ao redor de Vanessa uma rede de assistência às pessoas carentes e com dificuldades financeiras e para garantir o suporte para essas famílias, era necessário receber doações e repassar os itens recebidos a quem precisa, pensando nisso ela criou um grupo no Facebook, chamado Vanessa Marques União Faz a Força Grupo para Doações.

“A partir de então tudo ficou diferente. A quantia de itens que recebemos aumentou consideralmente. Bastante mesmo,e quando recebemos alguma doação que não é gênero de necessidade básicas acabamos trocando por alimentos e itens mais urgentes”, explica.

Através do grupo, Vanessa relata que conseguiu ajudar duas famílias que perderam tudo após suas casas pegarem fogo. “Em apenas dois dias conseguimos todos os móveis para montar a residência das famílias e isso é muito gratificante”, coloca.

Atualmente Vanessa acompanha famílias em dificuldades nos bairros CDHU (Vila Jardim), Vila Mariana, Rubião Júnior e no Santa Elisa e promoveu recentemente uma festa no Jardim Monte Mor atendendo mais de mil pessoas.

Solutudo promove ação e doa 110 quilos de alimentos para o grupo de doações

Doações da Solutudo foram entregues à Vanessa

Sabendo da luta da diarista Vanessa Marques, e seu passado na Casas das Meninas, o Comitê Social da Solutudo, realizou arrecadação de alimentos durante o mês de fevereiro. Como resultado conquistou mais de 100 quilos de material.

Sengundo Rivail Machado Júnior, líder do comitê, como resultado, foram arrecadados 110 quilos de alimentos. Marca foi alcançada graças à colaboração dos funcionários da Solutudo, parceiros, amigos e moradores dos bairros vizinhos à empresa.

O comitê iniciou suas ações de fato, em janeiro quando vinte funcionários foram até o hemocentro para doação de sangue. “Enfim, o sangue doado por cada voluntário acabou ajudando até cinco pessoas. Em seguida, no mês de fevereiro decidimos trabalhar na arrecadação de itens não perecíveis”, comenta Júnior.

Nessa ação os alimentos doados já foram repassados para Vanessa Marques. Com o propósito de que ela encaminhe tudo para famílias do Movimento Sem Terra (MST), CDHU (Vila Jardim) Vila Mariana, Rubião e Santa Elisa, no sábado (amanhã).

De acordo com Júnior a ação social se espalhou pelo Parque Tecnológico, empresas amigas e anônimos. “Portanto conseguimos de fato, alguns itens indo de porta em porta ao mesmo em que outros elementos do comitê visitavam empresas da região”.

O comitê social da Solutudo conta com os seguintes participantes: Bruna Santos Benini, Juliana Luiza de Campos, Natalia B. Salvador, Pamela Batista Neri, Pamela Nunes Melinski e Rivail Machado.

Em março o Comitê Social realizou doação de itens de higiene ao projeto Adolescer.

Confira as empresas que colaboraram com a iniciativa

•Manzini – Cedro

•Manzini 1 – Cohab

•Padaria e confeitaria Que Seja Doce

•Padaria Rainha

•Loja do 1 Real – Cohab 1

•Dandara Super Mercados

•Padaria Bartoli – 24 de maio

•Estilo Pet – Pet Shop

•Casa de Carnes Divino Corte

•Quitanda Sun – Cohab 1

•Sorveteria – Jardim do Bosque 1

• Água da Mata

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui