Waldemar Aplausos tem 71 anos e coleciona títulos no ciclismo. Apenas na categoria Master, ele foi campeão brasileiro nos anos de 2001, 2003, 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010. Enfim, ele Pedala desde criança, só interrompeu a carreira em 2010 quando foi diagnosticado com câncer de próstata.

Sete meses após a cirurgia retornou às pistas. “Sem dúvida Foi a pior fase da minha vida. O câncer foi em 2010, entretanto, mesmo já doente, fui campeão Brasileiro Master. Assim, em março de 2011 fui operado e com a benção de Deus, em outubro do mesmo ano voltei a pedalar”, diz.

Atualmente o competidor está na 3ª posição no Ranking da categoria 65+. Também não é por menos, a paixão do letrista (profissão de Aplausos), pelos pedais vem desde cedo.

Ainda aos 21 anos de idade, em 1969, ele percorreu quase 2 mil quilômetros, entre a cidade baiana de Itabuna e Botucatu. “Foi a distância mais longa que percorri em uma viagem. Então, estava tudo certo para eu ir ao Chile pedalando mais a doença não deixou realizar esse feito”, revela.

Encarando competições desde 1992

Waldemar Aplausos considera o 4º lugar no master de 2012 como uma de suas principais corridas e título

Como competidor, Aplausos estreou nas pistas em 1992 e desde então acumula um histórico de participação que soma mais de mil corridas.

Aplausos não classifica as provas como melhor ou pior, para ele todas são experiências de vida e foram importantes, porém abre uma exceção. “Certamente a que mais me marcou foi a conquista do 4º lugar no Mundial de Master, em 2012. Tinha acabado de me recuperar do câncer”, relembra.

Aplausos é letrista por profissão desde os 12 anos de idade. Ele começou a trabalhar como ajudante de pintor no antigo Cine Paratodos. O apelido Aplausos, foi lhe dado antes mesmo do primeiro trabalho, aos 7 anos de idade. Portanto, seu nome verdadeiro é Waldemar Pedro.

Atualmente a atenção do ciclista está voltada no desenvolvimento de uma pista para a modalidade olímpica, chamada de XCO. De acordo com ele, trata-se de um circuito fechado onde vence aquele que fizer as voltas estipulas pela a organização no menor tempo.

“Sem dúvida me sinto feliz e honrado, por deixar um legado nesse esporte e mostrado para o Brasil, através da Mountain Bike o nome de Botucatu”.

A pista fica na Fazenda Mac, localizada no quilômetro 2, da vicinal Pedro Bosco, entre Botucatu e Pardinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui