Pode ser que muitas pessoas que nasceram ou vivem em Bauru não saibam, mas a cidade teve, no século XIX, a maior fazenda de café do mundo! A Fazenda Val de Palmas chegou a contabilizar 2,3 milhões de pés de café, e sua sede era considerada até mais importante do que o próprio município durante algum tempo. Por isso, neste Dia Nacional do Patrimônio Cultural, vamos relembrar alguns capítulos desta história tão marcante da nossa cidade!

Bem tombado

Hoje em dia, a sede da Fazenda Val de Palmas é um bem tombado. O Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Bauru (Codepac) é o responsável, segundo a Prefeitura Municipal de Bauru, por definir e executar as atividades e políticas de proteção de patrimônio, promover estudos e atuar na defesa de patrimônios históricos, folclóricos, artísticos, turísticos, ambientais, ecológicos e arqueológicos.

Assim, é no site mantido pelo Codepac que podemos encontrar diversas informações e conteúdos sobre os patrimônios bauruenses. Entre os processos destacados com relação a preservação desses bens, está o tombamento, que nada mais é do que um ato administrativo de responsabilidade do Poder Público. A medida não muda a propriedade desse bem, apenas exige sua preservação – justamente o que aconteceu com a sede da Fazenda Val de Palmas.

No caso da propriedade rural, o Casarão foi tombado. Os arredores do local também, de acordo com o Codepac, uma distância de 100 metros a partir de seu centro geométrico, uma área que não ser construída para que seja possível manter a inserção e visibilidade da sede na paisagem.

Sede da Fazenda Val de Palmas. O Casarão é um dos bens tombados de Bauru.
Sede da Fazenda Val de Palmas. O Casarão é um dos bens tombados de Bauru. (Foto: Priscila Medeiros/Divulgação Codepac)

O local, que consta como sendo dos herdeiros de Semi Nasralla, é uma edificação assobradada, com varanda em toda sua volta, sustentada por 16 grandes pilastras, um telhado de 4 águas, além de acomodações no porão e na parte superior. Essas características, segundo o Codepac, são típicas de uma sede de Fazenda e de núcleo dirigente de uma vila. Diz-se que a construção possuía até mesmo móveis vindos da Europa do século XIX.

Fazenda Val de Palmas e Coronel José Ferreira Figueiredo

A Fazenda Val de Palmas surgiu na cidade em 1895, antes mesmo da emancipação bauruense.

Um artigo de Ghirardello e Almendros, da Unesp Bauru, faz um estudo sobre as transformações da Fazenda Val de Palmas e os reflexos na cidade entre 1890 e 1930. Segundo esse material, o formador, Coronel José Ferreira Figueiredo, era um típico fazendeiro bem situado do século XIX. E, antes de chegar nesta área, formou fazenda em Descalvado, um município entre São Carlos e Araraquara, onde acumulou patrimônio suficiente para empreitadas mais vigorosas à oeste.

Assim, além de uma figura importante da vida econômica, também tinha participação política e social. Consta, por exemplo, que José Ferreira integrou a “Constituição da Comissão de Honra para recepcionar o Imperador D. Pedro II”. Uma posição de prestígio, como podemos imaginar!

Dessa forma, a história conta que muitos fazendeiros vieram para a área onde hoje é Bauru já pensando no potencial do café em um período de declínio da mineração. Azarias Ferreira Leite e seu sogro João Batista de Araújo Leite são exemplos de mineiros que vieram a Bauru. Os nomes são familiares, não é mesmo? E foi justamente Araújo Leite o responsável por incentivar o Coronel José Ferreira de Figueiredo a ocupar terras nessa região.

“A propriedade de Figueiredo será denominada ‘Val de Palmas’ e terá 12 mil alqueires paulistas, propriedade de grande escala mesmo para a época”, conta o estudo de Ghirardello e Almendros. Ainda de acordo com o artigo, a quantidade de colonos da fazenda chegava a mais de 307 famílias abrigadas em 330 moradias; já o número de jornaleiros e empregados a 180.

Uma das histórias mais famosas do local é a hospedagem do presidente Getúlio Vargas no ano de 1938, tamanha era a relevância dessa propriedade, que já não era mais do Coronel José Ferreira.

O presidente “ao pisar no solo de Bauru pernoita não na cidade, por sinal detentora de uma rede hoteleira de porte devido ser importante nó ferroviário. Getúlio Vargas ao vir a Bauru, no ano de 1938, hospeda-se na Fazenda Val de Palmas, sendo recebido pela alta hierarquia da Zerrener Büllow & Cia e deixando claro em qual nível de poder estava o relacionamento dos proprietários da Val de Palmas“, narram Ghirardello e Almendros.

Estação Val de Palmas

Estação da Fazenda Val de Palmas em Bauru
Estação Val de Palmas, em 1 de setembro de 1909. (Foto: José Cardoso/Divulgação Museu Ferroviário Regional de Bauru)

A chegada da ferrovia em Bauru foi um grande acontecimento. Conforme explica Douglas Alves Ruzon, que é pesquisador e especialista na história da ferrovia, era esse transporte que escoava toda a produção da região, não só de Bauru, o que incluía a demanda cafeeira.

Diante da importância dessa fazenda, Val de Palmas ganhou sua própria estação – que também é tombada como um patrimônio de Bauru. Segundo conta o Codepac, “construída em 1909, tinha função de embarque para transporte de milhares de sacas de café para o porto de Santos”.

Locomotiva 278 e um carro bagagem de madeira estacionados junto a plataforma da Estação da Fazenda Val de Palmas.
Locomotiva 278 e um carro bagagem de madeira estacionados junto a plataforma da Estação Val de Palmas. (Foto: Divulgação do Museu Ferroviário Regional de Bauru)

Diante de tantos acontecimentos e do significado desse lugar para a nossa cidade, no dia de hoje, resolvemos relembrar os episódios que fazem da sede Fazenda Val de Palmas um patrimônio de Bauru. Afinal, recordar não é só viver, é compreender de onde viemos e como chegamos até aqui.

LEIA TAMBÉM


Quer ficar por dentro de todo o conteúdo da Solutudo Bauru? É só seguir a gente no Instagram e curtir nossa página no Facebook!

Gostou desse conteúdo? Então deixe seu comentário no campo abaixo!

E se você conhece alguma história de Bauru e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail sugestao.pauta@solutudo.com.br ou pelo nosso WhatsApp.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui