Quem mora em Bauru e nunca foi “bater perna” na Batista de Carvalho? Essa prática é tão comum entre os bauruenses – e entre pessoas de toda a região – que, por aqui, virou até verbo: “batistar”. A rua é, hoje, uma das principais da cidade e, sem dúvidas, está entre as mais famosas. Mas nem sempre foi assim: a Batista já foi chamada de Rua dos Esquecidos!

Nome oficial

Entre as ruas do Centro da cidade, a história da Batista de Carvalho se destaca por um fator curioso. Lá no século 19, quando as vias ainda eram de terra, o processo de nomeação começou: Primeiro de Agosto, Araújo Leite, Ezequiel Ramos… E o local onde hoje é a Batista? Nada! Foi esquecido e ficou sem nome.

João Batista de Carvalho era mineiro – nasceu em Poços de Caldas – e havia se mudado para Bauru. Sua venda ficava exatamente naquela rua que foi deixada de lado e, por isso, resolveu colocar uma plaquinha: “Rua dos Esquecidos”. Se foi uma manifestação de descontentamento ou uma maneira que encontrou para divulgar seu espaço, não se sabe.

Quando ele morreu, em 1901, nada havia mudado, e o nome da via permanecia aquele. Mas, três anos depois, o então Prefeito de Bauru, Gerson França, resolver nomeá-la, e foi uma homenagem ao comerciante criativo: Batista de Carvalho.

Desenvolvimento do comércio

Conhecida também como Calçadão, a rua cercada pelo comércio é uma referência no município. Ao longo de suas sete quadras, reúne estabelecimentos e lojas de todos os setores, de calçados a eletrodomésticos, o que contribuiu também para o desenvolvimento de todo o seu entorno.

E essa relação com o comércio tem origem nos tempos em que Bauru possuía o maior entroncamento de ferrovias do Brasil, com o encontro de três linhas férreas: Sorocabana, Paulista e Noroeste. Dessa forma, por conta do fluxo de pessoas que passavam pela cidade nas viagens de trem e dos milhares de trabalhadores dessas ferrovias, os negócios da região central foram fortalecidos. Assim, o agronegócio deixou de ser a única atividade econômica de Bauru, dando espaço para o comércio.

Localização da rua onde fica o Calçadão, em Bauru, no Google Maps
Rua Batista de Carvalho, em Bauru (Foto: Reprodução/Google Maps)

Importância da Batista de Carvalho para Bauru

A inauguração do Calçadão foi no ano de 1992. O local teve o tráfego de veículos totalmente fechado e, no seu decorrer, foram inseridos 10 arcos de ferro por quadra, alguns deles com cobertura, além de jardineiras, coqueiros e até bancos.

O Calçadão Sem Limites se tornou uma espécie de shopping a céu aberto, com centenas de lojas, e um famoso ponto de comércio popular para moradores de Bauru e Região.

Assim, a Batista de Carvalho logo passou a fazer parte da rotina das pessoas, tanto daquelas que trabalham naquela região quanto para quem frequenta o Calçadão para fazer compras. “Batistar”, em Bauru, é uma atividade comum e muito querida!

Fotos antigas da Rua Batista de Carvalho

LEIA TAMBÉM


Quer ficar por dentro de todo o conteúdo da Solutudo Bauru? É só seguir a gente no Instagram e curtir nossa página no Facebook!

Gostou desse conteúdo sobre a Rua Batista de Carvalho? Então deixe seu comentário no campo abaixo!

E se você conhece alguma história de Bauru e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail sugestao.pauta@solutudo.com.br ou pelo nosso WhatsApp.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui