Quem aí já conferiu a Parte 1 da nossa matéria do que fazer e onde ir com um turista em Bauru? Agora, vamos para a parte 2 neste Dia Mundial do Turismo! Isso porque Bauru tem muita coisa bacana, sim! Dá uma olhada:

Observatório de Astronomia

Bauru possui um Observatório Didático de Astronomia, chamado de “Lionel José Andriatto”, no campus da Unesp na cidade – o maior da universidade em todo o Estado! O local, de acordo com as informações institucionais da Faculdade de Ciências (FC), possui em sua estrutura: uma sala de aproximadamente 36 metros quadrados, equipada com 25 lugares, formando um pequeno auditório com tela de projeções; oficina de construção de telescópios e materiais didáticos de Astronomia; cúpula de 5,30 m de diâmetro, na qual um telescópio artesanal do tipo newtoniano (aproximadamente 300 mm de diâmetro) é utilizado; terraço de aproximadamente 15 metros quadrados, onde são colocados dois telescópios refletores menores, sendo um newtoniano e um cassegrain.

O local é mantido pela atuação voluntária de professores e alunos da Unesp, tendo em vista que se trata de um projeto de extensão universitária. Dessa forma, recebe doações, recursos ocasionais da própria instituição e também estabelece parcerias.

A ideia da construção de um Observatório começou em 2004, com um projeto de construção artesanal de telescópios refletores. “Coordenado pela Profa. Dra. Rosa Scalvi (do Departamento de Física), o projeto de construção dos aparelhos envolveu, na época, cinco alunos do curso de Licenciatura em Física que passaram a estudar os métodos de construção auxiliados, na prática, pelo Sr. Lionel José Andriatto, astrônomo amador e um dos raros construtores de telescópios no Brasil”, conta a página oficial do local.

Dessa forma, depois do desenvolvimento e estruturação do espaço, e de uma parceria com o Instituto de Pesquisas Meteorológicas da Unesp (IPMet), o Observatório de Astronomia foi inaugurado oficialmente em 4 de agosto de 2009. Desde então, impacta a população bauruense ao realizar diversas atividades que divulgam e ensinam sobre Astronomia, com eventos, palestras e cursos.

Foto do Observatório de Astronomia da Unesp Bauru. Parte 2: o que fazer e onde ir com um turista em Bauru?
Foto: Divulgação/Unesp Bauru

Ir à feira de artesanato Ubá

Quem gosta de artesanato não pode perder a Feira Ubá! Realizada há mais de 15 anos em Bauru por meio da Secretaria Municipal de Cultura e do Conselho Gestor da Ubá, trata-se de um espaço de exposição e comércio de trabalhos artesanais como crochê, tricô e bordados, entalhe e pintura em madeira e peças em cerâmica. 

Marcada por manifestações culturais e artísticas, a feira também homenageia a história da cidade, tendo em vista que o nome faz referência a uma palmeira cujas folhas possuíam uma fibra utilizada para a confecção de cestos pelos índios na área onde hoje fica o Parque Vitória Régia. A palavra, inclusive, vem do tupi “ybá-uru”, ou seja, “cesta de frutas”.

Peças em madeira em formatos de animais, como uma coruja, na feira de artesanato de Bauru. Parte 2: o que fazer e onde ir com um turista em Bauru?
Foto: Divulgação/Prefeitura de Bauru

Parar para ver o pôr do sol da cidade

Qual bauruense nunca se encantou com o céu no momento em que o sol se põe? Trata-se de um espetáculo muito apreciado na cidade, rendendo diversos cliques compartilhados nas redes sociais e também uma pausa para contemplação. Se um turista estiver em Bauru de vista, vale a pena separar um tempo e aproveitar a paisagem!

Foto do pôr do sol em Bauru. Parte 2: o que fazer e onde ir com um turista em Bauru?
Foto: Natália Nomura/Solutudo Bauru

Parque Vitória Régia

O local é um cartão postal de Bauru! Por isso, todo turista deve conhecer e aproveitar o ambiente, seja fazendo um piquenique, caminhando pelo parque, praticando um esporte, parando um pouquinho para ler em meio a natureza ou tomando um caldo de cana bem gelado. Além dessas atividades, o Vitória Régia também costuma receber eventos. Para as famílias com criança, há um espaço de recreação.

Foto aérea do Parque Vitória Régia em Bauru. Parte 2: o que fazer e onde ir com um turista em Bauru?
Foto: Danilo V. Massari

Conferir uma exposição da Pinacoteca

Com a doação de artistas plásticos e também de colecionadores, o acervo da Pinacoteca de Bauru foi montado e o espaço cultural criado em 2014 com sede na Casa Ponce Paz. Com uma coleção de cerca de 1000 objetos museológicos, o local conta com pinturas, desenhos, esculturas e outros objetos, além de receber exposições artísticas.

Para o turista que valoriza um bom roteiro cultural, vale a pena ficar de olho na programação!

Pinacoteca de Bauru. Na foto, a fachada da Casa Ponce Paz. Parte 2: o que fazer e onde ir com um turista em Bauru?
Foto: Divulgação

Horto Florestal

Essa é outra opção para quem quer curtir a natureza, seja para um momento de paz e contemplação ou para a prática de atividades. Além de bancos, mesas e quiosques, também há campos de futebol e vôlei, pista para corrida, espaço recreativo para as crianças, trilha e academia ao ar livre.

Os interessados no aspecto ecológico também vão gostar de saber que o Horto Florestal é uma área preservada de mais de 43 hectares, sendo 20 deles de vegetação nativa.

Entrada do horto florestal. Parte 2: o que fazer e onde ir com um turista em Bauru?
Horto Florestal (Foto: Divulgação/Prefeitura de Bauru)

Atenção: alguns locais de Bauru apresentam regras e restrições por conta da pandemia de Covid-19!

LEIA TAMBÉM


Quer ficar por dentro de todo o conteúdo da Solutudo Bauru? É só seguir a gente no Instagram e curtir nossa página no Facebook!

Gostou desse conteúdo sobre o que um turista deveria conhecer em Bauru? Então deixe seu comentário no campo abaixo!

E se você conhece alguma história de Bauru e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail sugestao.pauta@solutudo.com.br ou pelo nosso WhatsApp.

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui