Já ouviu falar em Cheerleading? O nome em inglês nada mais é do que a prática de animar torcida.

Muito comum nos EUA desde o século XIX, no Brasil, o esporte foi introduzido oficialmente em 2008 pela Comissão Paulista de Cheerleading com treinamento a equipes vinculadas à Liga Paulista de Futebol Americano.

O esporte exige preparo físico e muito treino e possui elementos de ginástica rítmica, acrobacias e dança.

As Texuguetes

As Texuguetes são o grupo de cheerleaders da Unesp de Bauru e existe desde 2006.

No último domingo (29), as Texuguetes participaram do Cheerfest Paulista. O grupo competiu com outras nove equipes na mesma categoria e foram campeões.

Cheerleaders Texuguetes
Texuguetes Cheerleading. Foto: Arquivo Pessoal

A apresentação da equipe tem duração de 2’30” e contém dança, stunt (“estrutura” que pode ser formada por quatro, três ou duas bases + um flyer), pirâmide, saltos e tumbling (movimentos realizados no chão: estrelinhas, mortais, reversão). Tudo isso ao som do Cheermix, um remix de músicas com efeitos sonoros únicos, sincronizados com os movimentos da equipe, segundo as Texuguetes.

Para saber mais sobre os termos do esporte, veja um dicionário aqui.

Confira abaixo a apresentação da equipe de cheerleaders.

Apresentação do grupo no Cheerfest Paulista. Vídeo: Arquivo Pessoal/Texuguetes

Cheerfest Paulista

O campeonato Cheerfest Paulista foi sediado em Santo André, no Ginásio Esportivo Pedro Dell Antonia. Um campeonato bastante importante para o esporte.

No último ano, o Cheerfest dobrou de tamanho e triplicou o número de rotinas em disputa. Rotinas são as apresentações de cada equipe nas competições.

O campeonato teve a maior banca de arbitragem de um campeonato regional até o momento. Foram quatro árbitros da Pro Score Cheer, a mesma empresa chilena que arbitrou o Cheerfest International de 2018.

Em entrevista ao Cheer One Channel, Cauê Souza, organizador do campeonato e dono da marca Cheerfest, diz “Como sempre, trouxemos jurados internacionais. Com o maravilhoso empenho dos jurados do International do ano passado, decidimos manter a mesma empresa”.

Preparação e desafios

As Texuguetes vinham se preparando para o campeonato desde o início deste ano, com treinos três vezes por semana e com um treino de domingo por mês, geralmente realizados na própria Unesp.

A equipe está em buscar de outro local para treino, pois às segundas e quartas-feiras não é possível utilizar o tatame da faculdade.

Os próximos desafios para o grupo são o Interunesp que acontece de 14 a 17 de novembro em São José dos Campos e estão em busca de algum patrocínio para que possam comparecer ao Cheerfest Nacional, o maior campeonato de Cheerleading no país.

Eles fazem algumas ações para arrecadar dinheiro para campeonatos como rifas e a venda de roupas do time.

O grupo de cheerleaders pode ser visto algumas vezes pelas avenidas de Bauru fazendo breves apresentações nos semáforos como forma de divulgação do trabalho.

Desejamos sorte nas próximas competições! 🍀


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Bauru e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail sugestao.pauta@solutudo.com.br ou pelo nosso WhatsApp.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui