O hip hop é um movimento cultural que une música, dança e ação social. Assim, surgiu no Bronx, gueto de Nova Iorque, nos Estados Unidos, com a influência de estilos musicais de origem negra, como o funk, RnB, blues, rock, reggae e jazz. Dessa forma, alcançou o Brasil no final de década de 1970 nas grandes capitais, especialmente em São Paulo.

E, também nessa época, chegou na Cidade Sem Limites. “Bauru tem uma ligação histórica com o Hip Hop. O movimento vem para a cidade também por meios dos trilhos de trem. Então, quando nós conseguimos o espaço da Estação Ferroviária para a Casa do Hip Hop, foi muito simbólico”, afirma Renato Magú, coordenador do Acesso Popular, instituição que dirige a Casa do Hip Hop, o Ponto de Cultura Acesso Hip Hop e o Centro Cultural Acesso Popular.

Dessa forma, Magú pontua que, no início dos anos 2000, as atividades em Bauru deixaram de ser isoladas, e o município passou a organizar um movimento sociocultural. “E aí surge o Núcleo Cultural Quilombo do Interior, a primeira organização não governamental (ONG) do país voltada somente ao Hip Hop, o que é um fato muito interessante da nossa cidade”, ressalta.

o Núcleo Cultural Quilombo Interior foi a primeira organização não governamental (ONG) do país voltada somente ao Hip Hop, o que é um fato muito interessante da nossa cidade

Renato Magú, coordenador do Acesso Popular, instituição que dirige a Casa do Hip Hop, o Ponto de Cultura Acesso Hip Hop e o Centro Cultural Acesso Popular

O Quilombo do Interior funcionou até 2005 e, em 2006, foi fundado o Instituto Acesso Popular com o objetivo de expandir as ações, englobando, além da cultura, a educação e a política. “Assim, nós trabalhamos não só com o aspecto artístico, mas com o ser humano como um todo”, explica Renato, que acrescenta que o Acesso Popular, então, é um “guarda-chuva” que inclui outros movimentos sociais.

Semana do Hip Hop em Bauru

Foto do palco no Vitória Régia na Semana do Hip Hop em Bauru em 2016
Palco “Interior Tem Voz” na Semana do Hip Hop em 2016. (Foto: Reprodução/Instagram)

Diante desse cenário, o Acesso Popular é mantenedor do Ponto de Cultura Acesso Hip Hop. “Fomos reconhecidos como ponto de cultura em 2011, criamos a Semana do Hip Hop e a Casa do Hip Hop no mesmo ano”, relata Renato Magú.

O coordenador do projeto informa que a Semana do Hip Hop de Bauru foi reconhecida como o maior evento 100% gratuito de hip hop da América Latina. As centenas de atividades repercutem não apenas na cidade, mas no país por conta da mobilização e da participação de diversos artistas.

A Semana do Hip Hop de Bauru foi reconhecida como o maior evento 100% gratuito de hip hop da América Latina

Dessa forma, os grafites, as exposições e as rodas de conversa que antes aconteciam na Estação Ferroviária agora acontecem na sede do Acesso Popular.

Além das atividades que o Acesso Popular promove e dos coletivos que estão agregados nesse espaço, Renato Magú explica que a cena do hip hop em Bauru é espalhado, tendo em vista que existem outros coletivos e pessoas realizando trabalhos por toda a cidade, a exemplo das batalhas de rima. “Existe um coletivo muito forte que é o Bauru Breakers Crew, que representa a cidade pelo país e pelo mundo. Bauru também é um berço de grafiteiro! E a cidade ainda precisa de políticas culturais de fomento à periferia, à juventude e às culturas negras para garantir que esses artistas sigam por aqui e incentivem outras pessoas a criar também”, observa Renato.

A Semana do Hip Hop não foi organizada nos últimos dois anos por causa da paralisação de todas as ações em decorrência da pandemia.

Mas Renato Magú é categórico: “Ano que vem nós vamos comemorar a décima edição do evento, que vai ser o maior de todos! Em novembro de 2022, a semana do hip hop está garantida!”.

Ano que vem nós vamos comemorar a décima edição do evento, que vai ser o maior de todos! Em novembro de 2022, a semana do hip hop está garantida!

Renato Magú, coordenador do Acesso Popular, instituição que dirige a Casa do Hip Hop, o Ponto de Cultura Acesso Hip Hop e o Centro Cultural Acesso Popular
Equipe do Ponto de Cultura Acesso Hip Hop em Bauru
Ponto de Cultura Acesso Hip Hop em Bauru (Foto: Reprodução/Intagram Acesso Popular)

LEIA TAMBÉM


Quer ficar por dentro de todo o conteúdo da Solutudo Bauru? É só seguir a gente no Instagram e curtir nossa página no Facebook!

Gostou desse conteúdo? Então deixe seu comentário no campo abaixo!

E se você conhece alguma história de Bauru e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail sugestao.pauta@solutudo.com.br ou pelo nosso WhatsApp.

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui