“Vou beber até o amanhecer”, disse Bong Joon Ho, diretor do filme Parasita, após suas vitórias no Oscar 2020, que teve sua noite de premiações no domingo (9).

O filme coreano Parasita foi um dos premiados na noite. Ao todo, foram 4 estatuetas: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Roteiro Original.

Elenco comemorando as vitórias no Oscar 2020. (Reprodução: Giphy)

O filme é o primeiro sul-coreano a ganhar tal destaque entre os críticos de cinema.

Sinopse

Toda a família de Ki-taek está desempregada, vivendo num porão sujo e apertado. Uma obra do acaso faz com que o filho adolescente da família comece a dar aulas de inglês à garota de uma família rica. Fascinados com a vida luxuosa destas pessoas, pai, mãe, filho e filha bolam um plano para se infiltrarem também na família burguesa, um a um. No entanto, os segredos e mentiras necessários à ascensão social custarão caro a todos.

Quando perguntaram recentemente a Bong Joon-ho por que ele acreditava que seu filme ressoava em todo o mundo, ele respondeu que “todos os personagens vivem em uma área cinzenta. A família pobre comete erros, mas é adorável, ​​e a família (rica) é mesquinha, mas amigável ao mesmo tempo. Não há vilões”

Curiosidades

  • A luxuosa mansão da família Park é um cenário totalmente construído no set, do zero.
Reprodução: site Giphy
  • O diretor Bong Joon Ho contou que filmou em locação em casas de multimilionários e “tremia” de ansiedade ao lidar com os objetos. Uma lixeira high-tech usada pela direção de arte custava US$ 2.500.
  • A pedra que é dada de presente à família Kim representa o hábito de coleção desses objetos que existe de fato na Coreia há milhares de anos, desde, pelo menos, a dinastia Joseun (1392-1897).
Reprodução: site Giphy
  • Em entrevista durante o festival de Munique, o diretor contou que odeia escrever roteiros, que o deixam muito nervoso e insuportável para a família inteira. Ele tinha a ideia para Parasita desde 2015.
Reprodução: site Giphy
  • A arquitetura da casa dos Park foi imaginada pelo próprio Bong Joon Ho e, quando a produção consultou um arquiteto para desenvolvê-la, ouviu que “Nenhum idiota construiria uma casa dessas”.

Onde assistir?

O filme chegou recentemente em cartaz na cidade de Araçatuba. Através do projeto Belas Artes do Cineflix, onde há a exibição de filmes aclamados pela crítica e independentes.

Clique AQUI e saiba mais.


Confira essa e outras histórias da cidade no site da Solutudo Araçatuba!

Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Araçatuba e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui